15 de fevereiro de 2021 (Bibliomed). Mulheres com asma podem sofrer menos ataques de sintomas graves se estiverem tomando pílulas anticoncepcionais, sugere um grande estudo que envolveu mais de 83.000 mulheres e foi conduzido por pesquisadores da Universidade de Gotemburgo, na Suécia.

O estudo atual incluiu 83.084 mulheres com idade entre 16 e 45 anos que tinham asma. No início, um terço estava usando anticoncepcionais orais. Os pesquisadores usaram registros hospitalares e de receitas para rastrear como as mulheres se saíram ao longo de 17 anos.

Em geral, os pesquisadores descobriram que as mulheres que tomavam pílulas anticoncepcionais combinadas (contendo estrogênio/progesterona) tinham uma probabilidade ligeiramente menor de ter ataques graves de asma. "Grave" significava sintomas ruins o suficiente para exigir uma visita ao pronto-socorro ou internação hospitalar, ou tratamento com corticosteroides orais.

O uso de pílulas por um longo prazo parecia mais protetor: mulheres que usaram pílulas anticoncepcionais por pelo menos três anos tinham 6% a 9% menos probabilidade de ter um ataque de asma grave, em comparação com as não usuárias.

Os pesquisadores explicam que esse é apenas um pequeno estudo e ressaltam que são necessários mais estudos para confirmar a ligação.

Fonte: Thorax. DOI: 10.1136/thoraxjnl-2020-215540.

Deixe seu Comentário